Sociedade

Isabel dos Santos paga advogados com diamantes de Angola

8 dezembro 2022 23:00

Micael Pereira

Micael Pereira

texto

Grande repórter

Luís Garriapa

Luís Garriapa

texto

Jornalista SIC

Empresa no Dubai, criada para comprar pedras preciosas a baixo preço ao Estado angolano, financia defesa na Holanda da filha do antigo Presidente José Eduardo dos Santos. Advogados portugueses são pagos através de um escritório no Reino Unido usado nesse esquema

8 dezembro 2022 23:00

Micael Pereira

Micael Pereira

texto

Grande repórter

Luís Garriapa

Luís Garriapa

texto

Jornalista SIC

Se há uma coisa nos últimos três anos onde Isabel dos Santos não tem poupado é em advogados. Desde que a investigação do Luanda Leaks começou a ser divulgada pelo Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (ICIJ), no início de 2020, a filha do antigo Presidente angolano José Eduardo dos Santos tem trabalhado com alguns dos melhores escritórios de advocacia nos vários países europeus onde tinha negócios e onde, a partir de então, passou a ter problemas. Dos melhores e também dos mais bem pagos. Mas, com as autoridades em Portugal e na Holanda a terem decidido arrestar contas bancárias, casas e participações em empresas, como é que a mulher antes conhecida como a mais rica de África faz para cobrir essas despesas de defesa?

Novos documentos a que o Expresso e a SIC tiveram acesso, numa investigação feita em parceria com o jornal holandês “NRC”, mostram que pelo menos parte do dinheiro com que Isabel dos Santos tem pago aos advogados vem de uma companhia no Dubai, a Nemesis International DMCC, criada para comprar diamantes a baixo preço ao Estado angolano e revendê-los no mercado internacional.