Sociedade

São morreu às mãos de Yuri. A violência doméstica fez mais uma vítima

18 setembro 2022 20:12

Algumas das vítimas de 2022

expresso

Conceição Sousa, de 43 anos - ou São, como era conhecida - foi a última mulher morta em contexto de violência doméstica em Portugal. Será a 19.ª vítima. Será, porque há mais crimes em investigação. Os números do ano passado (16), excecionalmente baixos, já foram ultrapassados. E ainda faltam 104 dias até ao fim de 2022.

18 setembro 2022 20:12

A violência doméstica matou no primeiro semestre 16 mulheres, revelam as últimas estatísticas oficiais da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG). Desde então, registaram-se mais três homicídios, um a cada mês, com uma cadência assustadoramente perfeita, todas na Grande Lisboa. A última sucumbiu na madrugada de quinta para sexta-feira.Será a 19ª. Contudo, há mais casos em que existem indícios de terem sido cometidos por alguém próximo, íntimo, do círculo supostamente seguro, mas de onde sai a maioria dos agressores