Sociedade

Mais de 620 bombeiros combatem incêndio na Covilhã, EN338 continua cortada

8 agosto 2022 7:58

Incêndio deflagrou na madrugada de sábado passado em Garrocho, no concelho da Covilhã.

miguel pereira da silva/lusa

O incêndio deflagrou às 03:18 de sábado, na localidade de Garrocho, freguesia de Cantar-Galo e Vila do Carvalho, no concelho da Covilhã (Castelo Branco), e alastrou para Manteigas, no distrito da Guarda

8 agosto 2022 7:58

Mais de 620 operacionais continuavam a combater, cerca das 07:00, o incêndio na localidade de Garrocho, concelho da Covilhã, que mantém fechada ao trânsito a Estrada Nacional 338, que faz a ligação entre Piornos a Manteigas, segundo a Proteção Civil.

De acordo com Centro Distrital de Operações e Socorro (CDOS) de Castelo Branco, pelas 07:00 combatiam o incêndio 628 bombeiros, apoiados por 188 viaturas. Os meios aéreos só deverão ficar operacionais pelas 08:30.

O incêndio deflagrou às 03:18 de sábado, na localidade de Garrocho, freguesia de Cantar-Galo e Vila do Carvalho, no concelho da Covilhã (Castelo Branco), e alastrou para Manteigas, no distrito da Guarda.

Segundo disse ao início da manhã à Lusa fonte do CDOS de Castelo Branco, a Estrada Nacional 338, que faz a ligação entre Piornos e Manteigas, continuava cortada e não havia indicação de casas em perigo.

Durante a tarde de domingo, três bombeiros foram retirados do teatro de operações por razão de “doença, queimadura e trauma”, tendo dois deles sido transportados para um hospital e outro recebido assistência num centro de saúde.