Sociedade

Nero, o mais perigoso jiadista português, foi julgado e condenado no mesmo dia no Iraque

15 julho 2022 17:01

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

Rui Gustavo

Rui Gustavo

Jornalista

jiadista português nero saraiva

Nero Saraiva foi condenado a 15 anos de prisão por crimes de terrorismo no Iraque. O português assumiu ter feito parte no denominado Estado Islâmico, ter combatido as forças de segurança sírias e ter mesmo “supervisionado um campo militar em Al – Rigga. Será deportado para Portugal no fim do cumprimento da pena

15 julho 2022 17:01

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

Rui Gustavo

Rui Gustavo

Jornalista

Nero Saraiva, considerado o mais perigoso jiadista português e o único da denominada 'célula de Leyton' que não morreu em combate, foi condenado por um tribunal do Iraque a 15 anos de prisão por crimes relacionados com o terrorismo.