Sociedade

ADSE passou a comparticipar consultas de psicologia sem prescrição médica

ADSE passou a comparticipar consultas de psicologia sem prescrição médica

Anualmente, um beneficiário pode ter até 12 consultas de psicologia comparticipadas

Os beneficiários da ADSE passaram a poder ter consultas de psicologia comparticipadas sem prescrição médica. De acordo com o jornal “Público”, a mudança ocorreu com a atualização da tabela de pagamentos da ADSE. Cada utente pode ter até 12 consultas de psicologia anuais.

“Existe finalmente uma evolução positiva com a revisão de tabelas, onde houve um ligeiro aumento da comparticipação das consultas de psicologia”, diz o bastonário da Ordem dos Psicólogos Portugueses (OPP), Francisco Miranda Rodrigues. Ainda assim, o bastonário acredita que falta anular a necessidade dessa prescrição médica nas tabelas de regime livre.

A comparticipação nas consultas de psicologia é de dez euros e o copagamento do beneficiário de 2,5 euros. Para além das consultas de psicologia, a ADSE comparticipa as consultas de psiquiatria e psiquiatria da infância e da adolescência, sendo que, nas duas especialidades médicas, o encargo da ADSE é de 20 euros e do utente de cinco euros.

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: clubeexpresso@expresso.impresa.pt

Comentários

Assine e junte-se ao novo fórum de comentários

Conheça a opinião de outros assinantes do Expresso e as respostas dos nossos jornalistas. Exclusivo para assinantes

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate
+ Vistas