Sociedade

Duas raparigas, uma portuguesa outra do Cazaquistão, testam diabetes no espaço

6 julho 2020 11:59

Carolina Marques

tiago miranda

Carolina é portuguesa, Akmaral veio do Cazaquistão. Conheceram-se através de Elvira Fortunato, cientista e orientadora do doutoramento destas jovens, que até ao fim do próximo ano vão lançar uma experiência que será posta à prova na ausência de gravidade

6 julho 2020 11:59

Não são admiradoras de Elon Musk, o principal impulsionador o turismo espacial, mas confessam que lhe acham alguma graça. Embora Carolina Marques e Akmaral Suleimenova estejam agora de olhos postos na estratosfera, o foco principal destas duas investigadoras é a utilização de biossensores para controlar o cancro. Mas, até lá, vão tentar concretizar uma experiência no espaço, na ausência de gravidade, que, no futuro, poderá ajudar os turistas espaciais a controlarem a diabetes.