Sociedade

Covid-19. “Não quero ser plataforma do vírus”: Francisco José Viegas em isolamento (mas sem sintomas) após ter estado com Luis Sepúlveda

2 março 2020 17:36

João Pedro Barros

Francisco José Viegas

tiago miranda

Ex-secretário de Estado da Cultura esteve ainda na China e em Itália. Após contacto com a Linha Saúde 24, foi-lhe recomendado que ficasse em casa até ao fim de semana

2 março 2020 17:36

João Pedro Barros

Francisco José Viegas está desde domingo em isolamento voluntário na sua casa, por recomendação do Serviço Nacional de Saúde e da sua entidade patronal, a editora Quetzal, após ter tido vários contactos com o também escritor Luis Sepúlveda, no encontro Correntes d’Escritas, na Póvoa de Varzim. O evento decorreu entre os dias 15 e 23 de fevereiro.

“Estou em casa, porque ontem [domingo] soubemos da situação do Luis Sepúlveda e é mais prudente. Tive vários contactos com ele e ainda por cima tinha estado na China e em Itália antes. É uma espécie de jackpot”, afirmou ao Expresso, com bom humor, o ex-secretário de Estado da Cultura, confirmando uma notícia do "Correio da Manhã". O último contacto entre os dois escritores ocorreu a 21 de fevereiro.

Após contactarem a linha Saúde 24, Francisco José Viegas e a mulher foram aconselhados a ficar em isolamento preventivo em casa e a tomarem as precauções já conhecidas (tapar o nariz e boca ao espirrar ou tossir, lavar regularmente as mãos, medir a temperatura duas vezes por dia), até ao próximo fim de semana. “Não quero ser plataforma do vírus”, sublinhou.

Em relação ao estado de saúde de Luis Sepúlveda, José Viegas achou-o “um bocadinho abatido” e “ligeiramente constipado”. Tivemos alguns encontros, uns abraços e tal, o costume. Tomámos um copo juntos, estávamos num grupo grande. Será difícil fazer um rastreio a toda a gente que esteve em contacto com ele”, precisou.

Luis Sepúlveda está internado no Hospital Universitário Central das Astúrias, em Oviedo. De acordo com a última informação prestada pelas autoridades espanholas, a situação é grave mas estável, estando o chileno a ser tratado com um antiviral.