Tecnologia

Oficial: Apple marca evento para 7 de setembro (e são esperados novos iPhones)

Os convites para o Apple event "Far Out" foram enviados esta quarta-feira, numa altura em que são esperados quatros novos iPhone 14 e novos relógios Apple Watch. Haverá "One more thing"? É preciso esperar até 7 de setembro: o encontro está marcado para o Steve Jobs Theater, mas também contará com transmissão em direto para todo o mundo

24 agosto 2022 18:46

A tecnológica norte-americana Apple anunciou esta quarta-feira a realização de um evento de apresentação de novos produtos. O special event, denominado "Far Out", acontecerá na quarta-feira, 7 de setembro, pelas 10h de São Francisco (18h em Portugal continental, 17h nos Açores), no Steve Jobs Theatre, localizado no campus californiano da tecnológica norte-americana.

NOVOS IPHONES NO BOLSO

Quanto às novidades esperadas, as principais revistas de tecnologia (e analistas dedicados aos lançamentos da marca) apontam para o lançamento de quatro telemóveis iPhone 14: um ‌iPhone 14‌ de 6,1 polegadas, um iPhone Max de 6,7 polegadas, um iPhone 14 Pro de 6,1 polegadas e um ‌iPhone 14 Pro‌ Max de 6,7 polegadas. ‌Ao contrário do que aconteceu em 2021, este ano não é esperada uma nova geração do iPhone mini.

No que diz respeito aos modelos Pro‌, as apostas vão para uma nova frente sem notch (a zona preta na parte superior do ecrã, onde se situa a câmara e vários sensores), apostando-se agora num recorte de dimensões inferiores - à imagem do que os principais concorrentes já têm no mercado, um novo processador A16 e uma nova câmara fotográfica. Já a entrada da gama nesta geração será feita com o processador A15 já conhecido do iPhone 13, com as atualizações a acontecerem nas lentes Ultra Wide, melhores antenas de 5G e WiFi 6E.

NOVOS RELÓGIOS?

Embora a Apple nunca divulgue antecipadamente os produtos que pretende revelar em cada evento, é expectável que na próxima quarta-feira também sejam apresentados novos relógios Apple Watch. O Apple Watch Series 8 já está em desenvolvimento e poderá ter um novo modo de baixo consumo, associado a uma bateria com melhor duração (há muito pedida pelos utilizadores). A inclusão de um sensor de temperatura é outra das possibilidades - há patentes registadas há muito -, embora não se espere que este diga um valor exato de temperatura corporal: deve apenas emitir um aviso em caso de febre. É também possível que os novos Watch detetem acidentes de carro, depois de numa primeira fase apenas detetarem quedas dos seus utilizadores.

Depois de vários anos em que os Apple Watch eram lançados em materiais diferentes e braceletes de vários preços, a Apple parece estar a apostar no reforço da gama Pro - que poderá entrar pela primeira vez nos relógios (depois de se estrear nos wearables nos auscultadores Airpods). Assim sendo, é cada vez maior a possibilidade de um Apple Watch Pro ver a luz do dia.

De acordo com as informações que têm circulado em vários fóruns dedicados ao tema, o Apple Watch Pro poderá ter um novo design e um mostrador de maiores dimensões, assim como materiais de construção mais duráveis. Este novo modelo deverá destinar-se a atletas e aos amantes de desportos radicais.

REGRESSO A CASA

Depois de um período marcado por eventos exclusivamente digitais durante a pandemia - que revolucionaram as apresentações da empresa, habituada ao modelo iniciado pelo fundador Steve Jobs -, o evento do próximo mês parece retomar em parte a componente presencial.

De acordo com as informações até agora conhecidas, o Apple Park, localizado em Cupertino, receberá também alguns jornalistas. Até ao momento não foi possível aferir o número de convidados, numa altura em que a empresa está a lidar também com problemas no regresso ao trabalho presencial. A tecnológica norte-americana marcou para dia 5, segunda-feira, a retoma do trabalho nos escritórios em formato híbrido - com três dias nas instalações e dois em casa.

O evento "Far Out" será também transmitido em direto no site da empresa, no YouTube e na Apple TV.