Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Santa Casa perdeu dois milhões com a queda do BES

© Hugo Correia / Reuters

O fundo de pensões da Misericórdia de Lisboa surge na lista de credores na liquidação do BES

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa é uma das instituições “lesadas” do Banco Espírito Santo, avança o “Jornal de Negócios” esta sexta-feira. O fundo de pensões da Misericórdia de Lisboa surge na lista de credores na liquidação do BES. Estão em causa mais de 2 milhões de euros em perdas.

Questionada pelo matutino, a assessoria de imprensa da Santa Casa, que tem Edmundo Martinho como provedor, revelou que tudo se deve a um investimento que saiu prejudicado pela decisão do Banco de Portugal de 29 de dezembro de 2015.

“Em 2015, em consequência da transferência das obrigações sénior BES detidas pelo Fundo de Pensões SCML no valor de 2,6 milhões de euros, do Novo Banco para o BES, as contas do fundo de pensões registaram uma imparidade por referência a essas obrigações de cerca de 90%, originando um impacto negativo de cerca de 2,3 milhões de euros”, disse aquela fonte.

Por outras palavras: há três anos, o embate da retransmissão de dívida nas contas consolidadas fez com que o BES desse os 2,3 milhões como “perdidos”. Agora, devido ao processo de liquidação em curso, está apenas inscrita a possibilidade de aqueles títulos de dívida virem a render 300 mil euros, perto de 12% do valor investido.