Partidos

Deputados do PSD atacam abstenção na moção de censura ao Governo: estes “tempos não toleram tibiezas”

19 janeiro 2023 21:28

André Coelho Lima

joao pedro domingos

André Coelho Lima e Carlos Eduardo Reis apresentaram uma declaração de voto crítica da decisão da direção relativamente à moção da IL. Alertam para a “mensagem equívoca” que a abstenção passa para os eleitores e dizem não entender a argumentação de Luís Montenegro

19 janeiro 2023 21:28

André Coelho Lima e Carlos Eduardo Reis acataram a decisão da direção do PSD para a abstenção na moção de censura ao Governo, apresentada pela Iniciativa Liberal (IL), não se manifestaram contra na altura da votação, mas, sabe-se agora, deixaram uma declaração de voto para memória futura. No texto de sete páginas, datado de 5 de janeiro, dia da discussão e votação da moção, disponível no Diário da Assembleia da República, os deputados rioístas alertam para a “mensagem equívoca” que o voto social-democrata pode passar para o eleitorado e defendem que os “tempos paradoxais” que vivemos “não toleram tibiezas” e “exigem a vocalização da diferenciação no modo de governar”.