Exclusivo

Política

"Reconstruir a verdade dá trabalho" e Galamba não se lembra de tudo: as várias versões do ministro sobre o SIS

"Reconstruir a verdade dá trabalho" e Galamba não se lembra de tudo: as várias versões do ministro sobre o SIS
NUNO BOTELHO

Entre a conferência de imprensa de 29 de abril e a audição desta sexta-feira, o ministro mudou a narrativa, deu respostas confusas, e implicou mais um colega de governo

A audição do ministro João Galamba continua a alimentar dúvidas em matérias em que já havia contradições. Primeiro, o ministro das Infraestruturas não conseguiu precisar se soube do alerta dado ao Serviço de Informações de Segurança (SIS) antes ou depois de ter telefonado à Polícia Judiciária. Deu duas versões dos mesmos factos. Apesar de o ministro ter dito que esta informação não é relevante, o resultado foi a PJ avançar para o terreno sem saber da ativação do SIS. Por fim, Galamba revelou que foi o secretário de Estado adjunto do primeiro-ministro, António Mendonça Mendes, a recomendar o alerta ao SIS. Mas o alerta já tinha sido dado.

Artigo Exclusivo para assinantes

Assine já por apenas 1,63€ por semana.

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para continuar a ler

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: clubeexpresso@expresso.impresa.pt

Comentários

Assine e junte-se ao novo fórum de comentários

Conheça a opinião de outros assinantes do Expresso e as respostas dos nossos jornalistas. Exclusivo para assinantes

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate
+ Vistas