Política

Francisco Assis: "Caminhamos no sentido de uma certa cretinice que tem consequências do ponto vista do ambiente escolar"

21 janeiro 2023 12:40

É presidente do Conselho Económico e Social desde 2020

nuno botelho

O presidente do Conselho Económico e Social considera que “há uma questão existencial de um mal estar profundo dos professores” e reflete sobre as novas formas de manifestação que saem das formas tradicionais de representação e validação da vontade popular

21 janeiro 2023 12:40

Francisco Assis, presidente do CES, não tem dúvidas de que os protestos dos professores “têm de ser ouvidos”. Há uma “questão existencial” por detrás desta crise, por parte dos docentes que se sentem “ permanentemente postos em causa, pela comunidade em geral, pelos pais, pelos alunos”. “Algumas das chamadas ‘novas pedagogias’ são responsáveis pelo estado a que chegou o ensino”, diz Assis, para quem os conceitos como “ disciplina”, “autoridade”, “rigor” e “sacrifício” foram retirados das sociedades – e da escola – moderna. Abrindo “caminho para uma certa cretinice”.