Política

3, 2, 1. Começou a sucessão no PS

7 janeiro 2023 8:44

Rita Dinis

Rita Dinis

Jornalista

Duarte Cordeiro entre Fernando Medina e Pedro Nuno Santos

tiago miranda

Há quem acredite que há um antes e um depois de Pedro Nuno Santos. Um “fim de ciclo” que dá início a um outro, o da sucessão de Costa na liderança do PS.

7 janeiro 2023 8:44

Rita Dinis

Rita Dinis

Jornalista

O momento de Pedro Nuno Santos, alto e hirto, a receber de António Costa o abraço de despedida na posse do novo ministro das Infraestruturas mostra como o ex-ministro encara a rutura com o costismo: é um “fim de ciclo”, um “virar de página”, confidencia no seu inner circle. Mas isso não significa que Pedro Nuno Santos vá partir já para o ataque. Gelo nos pulsos, para o feitiço não se virar contra o feiticeiro. O abraço foi recíproco, porém, gelado. Nessa manhã, o ex-ministro tinha também pedido para sair da direção socialista.

“Não se vai vingar nem passar a atacar o Governo, mas vai deixar de andar de mãos dadas com ele”, resume fonte próxima do ex-ministro, sublinhando que é essa a história da mais recente remodelação do Executivo: a ideia de que há um antes e um depois de Pedro Nuno Santos. Um “fim de ciclo” que dá início a um outro, o da sucessão de Costa na liderança do PS.

Este é um artigo do semanário Expresso. Clique AQUI para continuar a ler.