Política

Sondagem Expresso/SIC: Marcelo nem fala demasiado nem fiscaliza o suficiente

22 dezembro 2022 23:00

João Diogo Correia

João Diogo Correia

texto

Jornalista

Sofia Miguel Rosa

Sofia Miguel Rosa

infografia

Jornalista infográfica

tiago petinga/lusa

Sondagem ICS/ISCTE. Polémicas dos últimos meses não beliscam popularidade. Marcelo continua o político mais popular do país

22 dezembro 2022 23:00

João Diogo Correia

João Diogo Correia

texto

Jornalista

Sofia Miguel Rosa

Sofia Miguel Rosa

infografia

Jornalista infográfica

Um Presidente da República (PR) que não fala demais e cujas palavras não mudam a perceção que se tem dele. Um Presidente da República que, no entanto, não cumpre tanto quanto seria expectável algumas das principais funções de um chefe de Estado: fiscalizar o Governo, que agora tem maioria, e obrigá-lo a agir.

Se nos últimos meses Marcelo Rebelo de Sousa tem estado no olho do furacão por uma série de intervenções públicas escorregadias, com o caso dos abusos na Igreja à cabeça, a sondagem feita pelo ICS/ISCTE para o Expresso e para a SIC mostra uma realidade que valida o discurso do PR: a bolha mediática (e às vezes a partidária) pode ir aos arames, criticando-o publicamente pelo que diz ou por dizer demasiado, mas a maior parte dos portugueses continua com o Presidente da República.