Política

As 10 questões que João Gomes Cravinho tem de esclarecer sobre a corrupção na Defesa

19 dezembro 2022 21:30

Vítor Matos

Vítor Matos

Jornalista

manuel de almeida/lusa

Ex-ministro da Defesa e atual titular dos Negócios Estrangeiros, Cravinho vai ao Parlamento dar esclarecimentos sobre a sua atuação em relação ao principal suspeito no processo Tempestade Perfeita, que abalou o ministério há 15 dias, com a detenção de três altos quadros. O grande mistério é este: porque é que nomeou Alberto Coelho para gerir uma empresa pública quando já tinha tanta informação para duvidar da sua idoneidade?

19 dezembro 2022 21:30

Vítor Matos

Vítor Matos

Jornalista

O ex-ministro da Defesa Nacional João Gomes Cravinho, atual ministro dos Negócios Estrangeiros, vai ao plenário da Assembleia da República esta terça-feira à tarde responder aos deputados, na sequência de um agendamento potestativo para um debate de urgência da responsabilidade do Chega. O tema são as suspeitas de corrupção no Ministério da Defesa, que levaram à operação Tempestade Perfeita e à detenção do ex-diretor-geral de Recursos de Defesa Nacional (DGRDN), Alberto Coelho, e de outros dois altos funcionários (num processo que já conta com 19 arguidos).