Exclusivo

Política

Jerónimo levou o PCP ao poder, mas perdeu 6 deputados, 13 câmaras e 200 mil votos

Jerónimo de Sousa tinha mandato para liderar os comunistas até 2025
Jerónimo de Sousa tinha mandato para liderar os comunistas até 2025
Tiago Miranda

O deve e haver da liderança de Jerónimo de Sousa em resultados eleitorais. Paulo Raimundo herda partido em mínimos eleitorais

Jerónimo de Sousa sai da liderança do PCP com o partido a ter menos 200 mil votos em eleições legislativas do que tinha tido nas primeiras em que foi a votos como secretário-geral do PCP, em 2005. E com o partido a ter metade dos deputados. Não fossem os últimos resultados eleitorais, Jerónimo teria mantido os comunistas acima dos 400 mil votos, mas o que parece ter sido o seu ponto mais alto – a “Geringonça” – também terá sido o que lhe causou a queda para mínimos históricos.

Artigo Exclusivo para assinantes

Assine já por apenas 1,63€ por semana.

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para continuar a ler

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: elourenco@expresso.impresa.pt

Comentários

Assine e junte-se ao novo fórum de comentários

Conheça a opinião de outros assinantes do Expresso e as respostas dos nossos jornalistas. Exclusivo para assinantes

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate
+ Vistas