Política

Agência oficial chinesa diz que Ex-presidente chinês foi retirado do congresso do PCC porque “não se sentiu bem”

22 outubro 2022 19:42

Frame do vídeo da Agência AFP mostra o momento em que Hu Jintao é acompanhado para fora da sala onde decorre o congresso

d.r.

O ex-presidente chinês, Hu Jintao, foi este sábado levado para fora do Grande Palácio do Povo, durante a cerimónia de encerramento do 20.º Congresso do Partido Comunista, de acordo com jornalistas da agência France Presse. Agência oficial chinesa diz que Jintau foi retirado por “não se sentir bem”

22 outubro 2022 19:42

O ex-presidente chinês Hu Jintao foi hoje subitamente retirado da cerimónia de encerramento do 20.º Congresso do Partido Comunista Chinês (PCC) porque “não se estava a sentir bem”, de acordo com a agência noticiosa oficial Xinhua.

“Hu Jintao insistiu em participar da sessão de encerramento (...), mas, durante a sessão, não se sentiu bem e a sua equipa, para bem da sua saúde, acompanhou-o até uma sala adjacente, para que pudesse descansar”, acrescentou a mesma fonte, informando que “Ele agora está a sentir-se muito melhor”.

A mensagem da agência foi divulgada em língua inglesa na rede social Twitter. Uma pesquisa pelo nome de Hu Jintao nas redes sociais do país omite a sua retirada do evento e a imprensa estatal também não noticiou o incidente. As notícias de que o ex-Presidente chinês tinha sido retirado do recinto pelos seguranças foi avançada pela France Presse.

Hu, de 79 anos, estava sentado numa posição de destaque, ao lado do seu sucessor, o atual líder Xi Jinping, quando foi abordado por dois seguranças, com quem pareceu argumentar brevemente. Depois, levanta-se e fala durante cerca de 30 segundos com os dois homens, parecendo relutante em sair. Depois escoltado, com um dos seguranças a agarrá-lo pelo braço.

Antes de sair, Hu parece dizer algo a Xi Jinping e dá um toque amigável no ombro do primeiro-ministro, Li Keqiang, um dos principais defensores das reformas económicas no país, e que também foi afastado da liderança do partido

O atual líder da China, Xi Jinping, emergiu durante a sua primeira década no poder como um dos líderes mais fortes na História moderna da China, quase comparável a Mao Zedong, o fundador da República Popular, que liderou o país entre 1949 e 1976.

Xi deve quebrar neste congresso com a tradição política das últimas décadas ao assegurar um terceiro mandato no poder.