Política

Bloco de Esquerda com casa cheia no segundo dia da rentrée, para falar das criptomoedas à guerra na Ucrânia

27 agosto 2022 21:31

João Diogo Correia

João Diogo Correia

Texto

Jornalista

Rui Oliveira

Fotos

Fotógrafo

Mariana Mortágua, com Pedro Filipe Soares, debateu sobre criptomoedas numa das sessões mais concorridas da rentrée do Bloco de Esquerda

rui oliveira

Evento do Bloco regressou ao formato pré-pandemia: rentrée “não é só espaço militante”, mas “momento de abertura e convite a outras sensibilidades”. Cerca de 400 pessoas assistiram aos debates que juntaram velhos conhecidos e militantes que aderiram após a derrota nas eleições, porque “o partido precisava”

27 agosto 2022 21:31

João Diogo Correia

João Diogo Correia

Texto

Jornalista

Rui Oliveira

Fotos

Fotógrafo

Mariana Mortágua rasga dois pedaços de papel e estabelece um paralelo entre o valor do que acaba de criar (a que chama “Marianis”) e as criptomoedas: valor zero. A sala está lotada, há militantes a assistir de cócoras, e nem é preciso entrar para sentir o calor que vai lá dentro. A palestra que a deputada partilha com o líder da bancada bloquista, Pedro Filipe Soares, chama-se “Blockchain e Criptomoedas: o futuro é uma fraude?”, e a resposta está subentendida pelas intervenções de ambos, que saltam do registo humorístico para um alerta sobre as “falsas promessas” de enriquecimento e de democratização da finança. No final, hão de ficar uns minutos a responder a mais perguntas de novos e velhos aderentes do Bloco de Esquerda.