Política

Saiba quais são os estabelecimentos que podem estar abertos este fim de semana depois das 13h

13 novembro 2020 12:23

josé coelho

Governo definiu 10 exceções no quadro dos estabelecimentos que não podem ter as portas abertas a partir da tarde, nos próximos dois fins de semana

13 novembro 2020 12:23

Depois de muitas dúvidas sobre os estabelecimentos que podem estar abertos nos concelhos de risco, a partir das 13h, nos próximos dois fins de semana, o primeiro-ministro esclareceu esta quinta-feira que fora dessa lista estão os hipermercados e os restaurantes em regime de take-away. A maioria dos estabelecimento só poderá ter as portas abertas entre as 8h00 e as 13h00. Mas há mais exceções nos concelhos em que é imposto o recolher obrigatório entre as 13h e as 5h neste e no próximo fim de semana:

- Estabelecimentos de venda a retalho de produtos alimentares, bem como naturais ou dietéticos, de saúde e higiene, com uma área igual ou inferior a 200 m2 e com entrada autónoma a partir da via pública;

- Estabelecimentos de restauração e similares apenas para efeitos de entregas ao domicílio;

- Estabelecimentos que prestem serviços de alojamento;

- Farmácias;

- Clínicas e consultórios médicos, clínicas dentárias e centros de atendimento médico-veterinário com urgências;

- Atividades funerárias e conexas;

- Estabelecimentos situados no interior de aeroportos em território nacional continental, após o controlo de segurança dos passageiros;

- Estabelecimentos de prestação de serviços de aluguer de veículos de mercadorias sem condutor (rent-a-cargo) e de aluguer de veículos de passageiros sem condutor (rent-a-car);

- Áreas de serviço e postos de abastecimento de combustíveis que integrem autoestradas. No entanto, não são permitidas as atividades de cafetaria e restauração;

- Postos de abastecimento de combustíveis não abrangidos pela alínea anterior, exclusivamente para efeitos de venda ao público de combustíveis e abastecimento de veículos e desde que no âmbito das deslocações autorizadas a partir da tarde durante os próximos dois fins de semana.;

Na quinta-feira, António Costa admitiu falhas de comunicação ao longo da semana, após queixas de associações dos sectores do comércio e da restauração sobre a "falta de clareza" nas medidas anunciadas. "A culpa é toda minha. O mensageiro transmitiu mal a mensagem", afirmou o primeiro-ministro após a reunião do Conselho de Ministros.

E para acabar com as dúvidas, Costa foi claro: "A regra é ficar em casa", sublinhando que as exceções que tiveram uma "interpretação defeituosa" foram eliminadas, apontando o dedo a empresas como a Jerónimo Martins que pretendiam contornar as restrições e antecipar a abertura das lojas Pingo Doce para as 6h30.

Da lista de 121 concelhos de elevado risco de infeção pelo novo coronavírus, sete saíram às 00h de sexta-feira e mais 77 serão somados a partir das 00h do próximo dia 16 de novembro. O critério utilizado é o do Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças, que considera uma zona de elevado risco, quando registe um número superior a 240 casos de infeção por covid-19 por cada 100 mil habitantes nas últimas duas semanas.