Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Pedro Nuno Santos deverá ser promovido a ministro

Congresso do PS, Batalha, 26 de maio de 2018

TIAGO MIRANDA

O atual secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares deverá ser promovido a ministro. Esta alteração acontece com a saída de Pedro Marques para Bruxelas, mas não é líquido que a substituição seja direta - António Costa pode estar a preparar novas mexidas no Governo, um tabu que o líder socialista quer manter até 16 de fevereiro, quando apresentará oficialmente o cabeça de lista do PS às europeias

Com a saída de Pedro Marques para Bruxelas, António Costa prepara uma mini-remodelação no Governo. Pedro Nuno Santos, atual secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares e pivot da 'geringonça' deverá ser promovido a ministro, mas a futura composição do Executivo ainda não está fechada.

Tal como o Expresso tinha antecipado, Pedro Marques foi o homem escolhido por António Costa para ser o cabeça de lista do PS nas próximas eleições europeias. A saída de um elemento do Governo deixa, ainda assim, um problema ao primeiro-ministro: como reorganizar a equipa governativa a poucos meses das eleições legislativas.

Uma dessas alterações, apurou o Expresso, deverá ser a promoção de Pedro Nuno Santos a ministro. Não é líquido, no entanto, que seja para substituir diretamente Pedro Marques, isto porque não é de excluir a hipótese de António Costa estar a preparar mais mexidas no Governo. Esse é um tabu que o líder socialista quer manter até 16 de fevereiro, dia em que apresenta oficialmente o cabeça de lista do PS às próximas eleições europeias.

Seja como for, esta eventual aposta de António Costa em Pedro Nuno Santos obedece a uma lógica de renovação de quadros que o líder socialista tem seguido nas suas escolhas. Pedro Marques foi escolhido para liderar o PS nas europeias. Ana Catarina Mendes foi promovida a secretária-geral adjunta e tem a chave do aparelho socialista. Fernando Medina foi o escolhido para suceder a Costa na Câmara Municipal de Lisboa. Agora, e depois de ter tido muito protagonismo na viabilização do Governo através da ‘geringonça’, pode ter chegado a vez de Pedro Nuno Santos responder ao desafio ministerial. Estas quatro personalidades podem, no futuro, disputar a sucessão do atual líder socialista e Costa quer vê-las, desde já, no primeiro plano político.