Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Montenegro avança amanhã com declaração no CCB

Nuno Botelho

Esta sexta-feira Luís Montenegro vai desafiar diretamente Rui Rio para que convoque de imediato eleições diretas no PSD

Filipe Santos Costa

Filipe Santos Costa

Jornalista da secção Política

Luís Montenegro fará amanhã, sexta-feira, uma declaração no CCB anunciando que está disponível para ser líder do PSD, e desafiando Rui Rio para que marque de imediato eleições diretas no PSD. A declaração ao país está marcada para as 16h.

Conforme o Expresso adiantou, a decisão de Montenegro está tomada, depois de muitas pressões das bases e de dirigentes locais do partido para uma mudança na direção do PSD. Após um processo de reflexão, nos últimos dias, Montenegro vai disponibilizar-se para protagonizar uma alternativa.

A escolha do Centro Cultural de Belém não é um acaso: dá solenidade ao momento, falando para o país, e é um local ligado à memória de Cavaco Silva, que o mandou construir e celebrou aí algumas vitórias.

Fazendo um balanço negativo do desempenho de Rui Rio desde que bateu Santana Lopes, há um ano, Montenegro irá defender um caminho diferente, desafiando o atual líder a aceitar ir a votos no mais breve espaço de tempo, para poupar o PSD a uma disputa prolongada que se arraste até ao início do ciclo eleitoral.

Se Rio aceitar o desafio, os apoiantes de Montenegro acreditam que o processo estará concluído antes de abril, mês em que tem de ser entregue a lista de candidatos às eleições europeias.

Se Rio recusar, um conjunto de líderes distritais já recolheu assinaturas suficientes para convocar um Conselho Nacional extraordinário para censurar a atual direção e abrir caminho para diretas e um congresso.

Com a declaração marcada para amanhã à tarde, durante a manhã Montenegro já não participará na convenção do Movimento Europa e Liberdade, onde deveria participar num painel sobre a situação na Europa e no Mundo.