Pandora Papers

Dois subornos, dois vistos: como um par de venezuelanos implicados em processos de corrupção arranjaram vistos gold em Portugal

28 maio 2022 8:11

Micael Pereira

Micael Pereira

textos

Grande repórter

Haiman El Troudi foi ministro das Obras Públicas de Nicolás Maduro entre 2013 e 2015

Os únicos vistos gold concedidos a venezuelanos até 2014 foram obtidos com dinheiro do GES e da Odebrecht

28 maio 2022 8:11

Micael Pereira

Micael Pereira

textos

Grande repórter

São venezuelanas, chamam-se Maria Eugénia e quase podiam ser almas gémeas. Têm outras coisas em comum além do nome. Ambas casaram com homens com um perfil muito particular. O tipo de homem rotulado nos departamentos de compliance dos bancos como pessoa politicamente exposta ou PEP, a quem deve ser prestada especial atenção. Além disso, ambas adquiriram um visto gold em Portugal, o que lhes carimbou o acesso à nacionalidade portuguesa e o direito de circularem livremente no espaço Schengen.

As duas Marias Eugénias foram os únicos cidadãos venezuelanos a serem beneficiados com vistos gold até 2014, durante os dois primeiros anos de existência do programa de Autorização de Residência para Atividade de Investimento (ARI) em Portugal, de acordo com uma lista do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) obtida e analisada pelo Expresso.