Siga-nos

Perfil

Expresso

Da prisão espetáculo ao espetáculo da absolvição

Vieram as notícias líquidas, com o alarmismo acrítico das apps, na repetida surpresa de sempre. Parece que há poderosos condenados com trânsito em julgado que nunca mais são presos, poderosos acusados absolvidos, afinal o MP volta para as trevas da incompetência sob a batuta da contagem diária decrescente para uma dita primeira prisão de arguido poderoso.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. Pode usar a app do Expresso - iOS e Android - para descarregar as edições para leitura offline)