Opinião

Validação da Economia Paralela em Portugal

Óscar Afonso

Óscar Afonso

Professor catedrático da Faculdade de Economia do Porto e sócio fundador do OBEGEF

17 janeiro 2019 18:26

O Observatório de Economia e Gestão de Fraude (OBEGEF) promove neste espaço semanal uma reflexão sobre as temáticas da fraude, da corrupção, da economia não-registada, da ética, da integridade e da transparência, contribuindo deste modo para a formação de uma opinião pública mais esclarecida e mais participativa

17 janeiro 2019 18:26

Em todos os países existe uma parte da Economia, a Economia não Registada ou Paralela, fruto de comportamentos marginais e desviantes que não é medida pela contabilidade nacional, sendo o seu peso, causas e consequências variáveis de país para país e no decurso do tempo. É um fenómeno complexo e em constante mutação, que depende muito das instituições do país e que se adapta, em particular, a alterações nos impostos, a sanções das autoridades fiscais e a atitudes morais em geral, e que incorpora diversas rubricas – inclui a Economia Subdeclarada, a Ilegal, a Informal, o Autoconsumo e a Subcoberta por deficiências estatísticas.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. Pode usar a app do Expresso - iOS e Android - para descarregar as edições para leitura offline)