Guerra na Ucrânia

Nina Khrushcheva, neta do antigo chefe da URSS: “A América criou a imagem de um monstro e Putin disse: ‘OK’”

22 janeiro 2023 13:12

José Fernandes

José Fernandes

foto

Fotojornalista

Crítica de Putin, Khrushcheva também reprova o comportamento do mundo ocidental face ao Presidente e ao povo russos

Do paradoxo da tirania — que leva os russos a não marcharem sobre Moscovo — à asfixia de não conhecer democracia, a Rússia jamais pôde sonhar com a transição de poder e eleições livres. Em entrevista ao Expresso, Nina Khrushcheva, neta do homem que chefiou a URSS entre 1953 e 1964, explica o país onde nasceu. A guerra foi o maior erro de Putin, garante.

22 janeiro 2023 13:12

José Fernandes

José Fernandes

foto

Fotojornalista

Os países ocidentais, nomeadamente os Estados Unidos, foram erráticos nos sinais que enviaram à Rússia?

Todos os países precisam de um bom inimigo, mas os EUA precisam de um inimigo gigante, gigantesco, para que se olhe para os EUA como se olha para a Marvel. Precisam de um inimigo que ameace a Humanidade. Fidel Castro era pequeno; Bin Laden era assustador, mas o terrorismo não tem impacto; a China tem a dívida soberana, produz os brinquedos; o Irão foi um império, já não atravessa o planeta. Até 24 de fevereiro de 2022, a Rússia não era um inimigo assustador, era apenas ideológico. Insultavam Putin e Putin dizia: “Como se atrevem?”

Este é um artigo do semanário Expresso. Clique AQUI para continuar a ler.