EUA

Ex-jornalista que ganhou ação contra Trump por agressão sexual volta a processá-lo por difamação

E. Jean Carroll sai do tribunal em Nova Iorque após anunciado o veredicto que lhe é parcialmente favorável
E. Jean Carroll sai do tribunal em Nova Iorque após anunciado o veredicto que lhe é parcialmente favorável
Alexi Rosenfeld/Getty Images

No dia a seguir a ser condenado a pagar 5 milhões de dólares por ter agredido sexualmente E. Jean Carroll no provador de uma loja de roupas íntimas, num caso que remonta a 1996, Trump fez declarações consideradas difamatórias e que são alvo de novo processo judicial

A escritora e ex-jornalista da revista Elle, E. Jean Carroll, a quem Donald Trump foi condenado a pagar 5 milhões de dólares por um caso de agressão sexual que remonta a 1996 (e teve lugar no provador de uma loja de roupa íntima em Nova Iorque), voltou a processar o ex-Presidente dos Estados Unidos por difamação, segundo avança a agência France presse (AFP).

Declarações feitas por Trump na CNN após a sentença que o obriga a pagar 5 milhões de dólares por agressão sexual à escritora, proferida a 9 de maio por um grupo de jurados formado por cidadãos de Nova Iorque, levaram E. Jean Carroll, a abrir um novo processo judicial.

"Está louca", declarou Trump, alegando não conhecer sequer a jornalista e considerar o assunto “uma invenção”.

As declarações do ex-presidente norte-americano, e que é novamente candidato às eleições presidenciais nos Estados Unidos em 2024, e imediatamente "após o veredito, mostram a extensão da sua malícia em relação a Carroll", considerou a advogada da escritora, Roberta Kaplan, frisando o objetivo de "punir Trump e dissuadi-lo de outros atos de difamação".

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: piquete@expresso.impresa.pt

Comentários

Assine e junte-se ao novo fórum de comentários

Conheça a opinião de outros assinantes do Expresso e as respostas dos nossos jornalistas. Exclusivo para assinantes

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate
+ Vistas