Brasil

Ataque aos três poderes no Brasil: partidos pressionados a expulsar os bolsonaristas radicais

13 janeiro 2023 20:05

O reflexo de uma bandeira brasileira num vidro do edifício do Supremo Tribunal, estilhaçado pelos invasores

carl de souza / afp / getty images

Lula da Silva saiu reforçado da crise. Demitir José Múcio, um político experiente na pasta da Defesa, seria ceder aos golpistas ou aos interesses partidários

13 janeiro 2023 20:05

Duas singularidades e um recado camuflado às Forças Armadas marcam a diferença entre o Ministério da Defesa e as outras 36 pastas do Governo de Lula da Silva. Só na Defesa não houve equipa de transição a preparar o trabalho do novo ministro, e José Múcio Monteiro é o primeiro civil no cargo em cinco anos. No último ano do Presidente Michel Temer (2016-19) o cargo fora ocupado pelo general Silva e Luna, e os três ministros de Jair Bolsonaro também eram militares.

A insólita inexistência de equipa de transição sugere “um aceno aos militares”, explica ao Expresso Eduardo Heleno, professor do Instituto de Estudos Estratégicos. Sem interagir diretamente com as Forças Armadas, é como se o Presidente tivesse dito: “Não queremos mudar nada”, interpreta o investigador da Universidade Federal Fluminense.