Internacional

China: o desafio de inverter as marcas deixadas pela política do filho único

19 janeiro 2023 15:06

Salomé Fernandes

Salomé Fernandes

jornalista da secção internacional

wu hao

Maioritariamente composta por homens e envelhecida, a população chinesa encolheu, em 2022, pela primeira vez em mais de meio século. Com dificuldades económicas no horizonte, tomar medidas para encorajar a natalidade torna-se uma necessidade e um desafio

19 janeiro 2023 15:06

Salomé Fernandes

Salomé Fernandes

jornalista da secção internacional

Depois de décadas de restrições a quem quisesse alargar a família, a queda da política do filho único em 2016 não foi suficiente para a China inverter a tendência de diminuição da natalidade do país. A população está em declínio: o país chegou ao final de 2022 com 1411,75 milhões de habitantes, o que representa uma perda de 850 mil pessoas.