Internacional

Covid-19: aumento de casos na China lança dúvidas à OMS sobre fim de emergência global

21 dezembro 2022 8:34

Peter Ben Embarek e Marion Koopmans, peritos da OMS

hector retamal

Para a virologista neerlandesa Marion Koopmans, não é adequado falar em pós-pandemia “quando uma parte tão significativa do mundo está a entrar na segunda vaga”. A cientista alerta que a situação na China é uma “caixa de surpresas”

21 dezembro 2022 8:34

Uma cientista da Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou que o aumento dos casos de covid-19 na China lança dúvidas sobre o fim da emergência mundial.

"A questão é se se pode chamar pós-pandemia quando uma parte tão significativa do mundo está a entrar na segunda vaga", disse a virologista holandesa Marion Koopmans, membro de um comité da OMS responsável por prestar consultoria sobre o estado de emergência do coronavírus, citada pelo jornal britânico “The Guardian”.

"É evidente que estamos numa fase muito diferente [da pandemia], mas na minha opinião, esta vaga na China é uma caixa de surpresas", acrescentou.

A China impôs desde o início da pandemia uma política de prevenção bastante rígida, conseguindo manter baixos os números de infeções e mortes em comparação com outros países.

No entanto, o relaxamento das regras, nas últimas semanas, veio alterar a situação, com as taxas de infeção a atingirem níveis elevados.