Internacional

Hoje há eleições nos EUA e há um exército de negacionistas eleitorais com muitas hipóteses de vencer - isto é o que eles dizem

8 novembro 2022 7:13

Ana França

Ana França

Jornalista da secção Internacional

Nos Estados Unidos milhões de eleitores votam antecipadamente ou por correio mas alguns dos candidatos republicanos dizem que estes regimes devem ser progressivamente reduzidos

alex wong/getty images

Os candidatos republicanos nestas midterms que não acreditam na legitimidade da vitória de Joe Biden estão em clara maioria entre todos os nomes escolhidos pelo partido de Donald Trump. São mais de 300 e concorrem a uma panóplia muito significativa de lugares. A sua influência nas decisões eleitorais futuras dos estados onde se apresentam pode ser decisiva em 2024, mas mesmo sem terem ainda poder, estão a fazer mossa na já delapidada confiança dos norte-americanos na sua democracia

8 novembro 2022 7:13

Ana França

Ana França

Jornalista da secção Internacional

Há um nome que não está em nenhum boletim de voto neste dia 8 de novembro, mas que é mais popular que todos os outros que estão: Donald Trump. Durante estes dois anos na (relativa) retaguarda social a que foi obrigado a remeter-se (apenas pode alardear no Parler, a sua própria rede social), Trump conseguiu mesmo assim ir mantendo o fogo do trumpismo aceso onde interessa: no coração dos republicanos. E o peso do homem que mudou o Partido Republicano para sempre pode estar prestes a traduzir-se em votos, e assim em lugares de destaque nas legislaturas estaduais e assim no futuro dos Estados Unidos da América.