Internacional

África: a nova frente de batalha entre Moscovo e o Ocidente

25 julho 2022 16:36

Cristina Peres

Cristina Peres

Jornalista de Internacional

Um sorriso e leveza pouco habituais ao MNE russo, Sergei Lavrov (esq), no encontro com o seu homólogo congolês Jean-Claude Gakosso

russian foreign ministry/reuters

A visita de charme da diplomacia russa por quatro países africanos destina-se a contar de viva voz a versão dos acontecimentos a partir de Moscovo. Em vez de “guerra” fala-se em “operação militar especial” e evocam-se as virtudes da União Soviética na “libertação” dos países africanos

25 julho 2022 16:36

Cristina Peres

Cristina Peres

Jornalista de Internacional

O périplo de quatro dias do ministro dos Negócios Estrangeiros (MNE) russo por quatro países africanos leva a África a versão de Moscovo sobre os acordos e desacordos relativos à distribuição dos cereais oriundas da Ucrânia, que se encontram bloqueados nos portos ocupados pelas forças russas. Sergei Lavrov esteve no domingo no Egito e está esta segunda-feira na República do Congo, de onde seguirá para o Uganda e a Etiópia.