Internacional

Dois mortos num tiroteio em Oklahoma. Vários feridos por falso alarme em Nova Iorque. Como os tiroteios estão a marcar os dias nos EUA

29 maio 2022 19:42

O Presidente dos EUA está este domingo a visitar a Escola de Uvalde, onde um jovem matou 21 pessoas

tannen maury

Jovens foram baleados na sequência de uma discussão durante um festival. Posse de armas tem estado na ordem do dia nos EUA, onde uma confusão lançou o pânico em Nova Iorque causando vários feridos

29 maio 2022 19:42

Duas pessoas pessoas foram mortas e seis ficaram feridas numn tiroteio, ao início deste domingo num festival ao ar livre no leste de Oklahoma, disseram as autoridades.

Dois jovens foram baleados no evento do Memorial Day perto de Taft, cerca de 16 quilómetros a sudeste de Tulsa, disse o Departamento de Investigação do Estado de Oklahoma em comunicado.

Testemunhas disseram que houve uma discussão que precedeu o tiroteio, logo após a meia-noite, refere a agência de notícias britânica Associated Press (AP). Ninguém foi preso, acrescenta.

Cerca de 1.500 pessoas participavam no evento. Membros do Gabinete do Xerife do Condado de Muskogee também estavam presentes e começaram imediatamente a prestar auxílio às vítimas, disse a departamento de investigação de Oklahoma.

Porém, aquele departamento não deu outros detalhes, incluindo sobre a situação dos feridos. O Gabinete do Xerife do Condado de Muskogee encaminhou a Associated Press para o departamento de investigação para obter mais informações. Mas o porta-voz daquele gabinete não respondeu aos contactos da AP.

A questão da posse de armas tem estado na ordem do dia nos EUA depois da morte de 19 crianças e duas professoras na escola de Uvalde, no Texas, onde o Presidente Biden está de visita este domingo. No sábado, a vice-presidente, Kamala Harris defendeu a proibição de armas de ataque no funeral de uma das vítimas de outro tiroteio, em Bufallo.

O nervosismo que se vive no país com os recentes tiroteios causou vários feridos em Nova Iorque, num estádio onde as pessoas entraram em pânico ao confundirem ruídos com tiros, causando uma debandada.

Os acontecimentos ocorreram no final de um combate de boxe entre Gervonta Davis e Rolando Romero, no Barclays Center, a arena natal das redes de Brooklyn da NBA, que já se encontrava vazia após o combate.

Uma dúzia de pessoas ficaram ligeiramente feridas e foram tratadas nos hospitais da zona depois de vários ruídos terem sido confundidos com tiros, fazendo com que parte da multidão corresse à procura de segurança.

Entre os participantes no evento estava a tenista japonesa Naomi Osaka, que explicou na rede social Twitter que ouviu gritos e viu pessoas a correr e a falar de um atirador no estádio, o que a deixou "petrificada".

O Departamento de Polícia de Nova Iorque (NYPD), após investigar a ocorrência, confirmou que não foram disparados tiros e que todo o episódio resultou de uma confusão que desencadeou o pânico.