Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Trump diz que não vai retirar tropas do Iraque em visita surpresa ao país

SAUL LOEB/AFP/Getty Images

Donald Trump aterrou numa base aérea a oeste de Bagdade, numa viagem que não estava anunciada e que acontece após ter afirmado que estava a retirar as tropas norte-americanas da Síria. Esta é a primeira viagem de Donald Trump às tropas norte-americanas que estão em zonas problemáticas

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta quarta-feira que não tem "nenhum plano" para retirar as tropas norte-americanas do Iraque, durante uma visita surpresa que está a efetuar ao país. Donald Trump aterrou numa base aérea a oeste de Bagdade, numa viagem que não estava anunciada e que acontece após ter afirmado que estava a retirar as tropas norte-americanas da Síria. Esta é a primeira viagem de Donald Trump às tropas norte-americanas que estão em zonas problemáticas.

O Presidente dos Estados Unidos afirmou que pretende levar os soldados que estão na Síria de regresso a casa e explicou que o Iraque pode ser usado como base para realizar ataques a militantes do grupo extremista Estado Islâmico (EI), caso seja necessário. "Em caso de necessidade, podemos atacar o EI tão rápido e com tanta força que eles nem vão perceber o que aconteceu", disse Trump aos jornalistas que o acompanham na visita.

A ordem para a retirada das tropas norte-americanas na Síria foi assinada no domingo, um processo que Donald Trump, quer "lento e altamente coordenado" com a Turquia, avançou o Pentágono. A decisão foi criticada por numerosos especialistas, que frisam que o EI continua a controlar uma série de aldeias ao longo do rio Eufrates, no leste da Síria, onde resiste há semanas a ataques sucessivos.

Alemanha, França e Reino Unido, aliados dos Estados Unidos, já tinham manifestado a sua preocupação com o anúncio da retirada.