Tecnologia

Mais uma tecnológica a despedir: Spotify dispensa cerca de 600 trabalhadores

23 janeiro 2023 14:58

Spotify

A Spotify vai despedir 6% do quadro de pessoal, juntando-se às gigantes do setor tecnológico que já anunciaram reestruturações, como a Alphabet, a Amazon, a Meta e a Microsoft

23 janeiro 2023 14:58

A plataforma de streaming de música Spotify anunciou esta segunda-feira, 23 de janeiro, o despedimento de 6% do seu quadro de pessoal, ou perto de 600 trabalhadores, de acordo com a Reuters.

A tecnológica é a mais recente empresa do setor a anunciar uma ronda de despedimentos, seguindo-se a gigantes como a Alphabet, dona da Google, Meta, dona da rede social Facebook, e a Microsoft.

Os despedimentos ocorrem numa tentativa de controlar custos, segundo uma publicação no blogue da empresa do presidente executivo do Spotify, Daniel Elk. “Fizemos um esforço considerável nos últimos meses para controlar custos, mas não foi suficiente”, lamentou.

A empresa anunciou ainda a saída de Dawn Ostroff, diretor de conteúdos e de publicidade, depois de quatro anos a gerir iniciativas como os podcasts exclusivos da plataforma.

O líder acrescentou que os avultados investimentos não tiveram o resultado desejado de aumentar as receitas ao mesmo ritmo. “Fui demasiado ambicioso ao investir além do crescimento da receita”, considerou Elk, citado pela agência.

Esta situação foi agravada pela diminuição do número de anunciantes na plataforma, num contexto em que as empresas começam a controlar custos, o que agravou a situação de liquidez da empresa.