Exclusivo

Imobiliário

Criticado da esquerda à direita e até por Marcelo, pacote Mais Habitação é aprovado esta quinta-feira

Criticado da esquerda à direita e até por Marcelo, pacote Mais Habitação é aprovado esta quinta-feira
Tiago Pereira dos Santos

Depois de ter sido partido em dois, com os apoios às rendas já aprovados, o pacote Mais Habitação viu alargado o prazo de discussão pública, que terminou na passada sexta-feira. Após a aprovação em Conselho de Ministros seguirá para o Parlamento onde ainda poderá acomodar alguns contributos vindos da oposição. Medidas mais polémicas devem manter-se, garante a SIC Notícias

Depois de ter recolhido violentas críticas da esquerda à direita, o que resta do pacote de medidas ‘Mais Habitação’, dividido ao meio em plena discussão pública, é aprovado esta quinta-feira em Conselho de Ministros, depois de uma consulta pública que foi tudo menos pacífica.

No entanto, é com este conjunto de medidas – incluindo as que já foram aprovadas, de apoio às rendas e ao acesso ao crédito - que o Governo se propõe dinamizar o mercado do arrendamento e o acesso dos mais vulneráveis a esse bem essencial que é uma casa para viver.

Marcelo e Cavaco arrasam pacote

O próprio Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa não se poupou em adjetivos para desqualificar o Mais Habitação, classificando-o como uma ‘lei cartaz’ mas, pior que isso, “inexequível” e “inoperacional”.

Uma semana antes foi Cavaco Silva a arrasar a política do governo para o sector da habitação, dizendo que o programa que agora vai ser aprovado resulta do falhanço das ideias do governo nesta matéria: “a atual a crise é o resultado do falhanço da política do governo no domínio da habitação nos últimos sete anos, com custos sociais muito elevados para milhares de famílias".

Artigo Exclusivo para assinantes

Assine já por apenas 1,63€ por semana.

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para continuar a ler

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: VAndrade@expresso.impresa.pt

Comentários

Assine e junte-se ao novo fórum de comentários

Conheça a opinião de outros assinantes do Expresso e as respostas dos nossos jornalistas. Exclusivo para assinantes

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate