Distribuição

Sonae com desempenho sólido e atuação responsável em ano muito duro, diz CEO

Cláudia Azevedo lidera a Sonae
Cláudia Azevedo lidera a Sonae

A Sonae totalizou 179 milhões de euros de lucro em 2022, menos 17% do que no ano anterior e a presidente executiva, Cláudia Azevedo, destacou o “desempenho financeiro sólido num contexto particularmente difícil”

A presidente executiva (CEO) da Sonae destacou, esta quinta-feira, o "desempenho financeiro sólido" do grupo em 2022, "num contexto particularmente difícil" e num "ano muito duro" para empresas e famílias, salientando a "forma responsável" como atuou.

Falando durante a apresentação de contas da Sonae, que decorre esta quinta-feira na Maia, no distrito do Porto, Cláudia Azevedo apontou o "desempenho financeiro sólido, num contexto particularmente difícil", registado em 2022, que descreveu como "um ano muito duro para as empresas portuguesas, para as famílias portuguesas e para toda a gente".

"Vivemos uma crise séria e estamos a fazer, do nosso lado, tudo o que conseguimos", sustentou a CEO, enfatizando a "forma responsável como a Sonae atuou" durante um exercício marcado por "muitas dificuldades", seja devido a problemas na cadeia de abastecimento da China ou à subida das taxas de juro e dos preços da energia, entre outras.

A Sonae totalizou 179 milhões de euros de lucro em 2022, menos 17% do que no ano anterior, uma descida justificada pela empresa com o "esforço em estar ao lado das famílias, absorvendo parte da inflação", foi hoje anunciado.

"O resultado líquido atribuível aos acionistas, excluindo itens não recorrentes, diminuiu 17% em 2022 para 179 milhões de euros", indicou, em comunicado, a empresa.

A Sonae justificou esta descida com o "esforço em estar ao lado das famílias absorvendo parte da inflação".

Só no quarto trimestre de 2022, a Sonae teve um resultado líquido recorrente negativo de 10 milhões de euros.

Por sua vez, o volume de negócios consolidado fixou-se em 7.700 milhões de euros, um ganho homólogo de 10,9%.

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: clubeexpresso@expresso.impresa.pt

Comentários

Assine e junte-se ao novo fórum de comentários

Conheça a opinião de outros assinantes do Expresso e as respostas dos nossos jornalistas. Exclusivo para assinantes

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate
+ Vistas