Economia

Nuno Amado, da Business Roundtable Portugal: “O Estado tem de ter sentido de urgência”

21 janeiro 2023 9:59

Isabel Vicente

Isabel Vicente

texto

Jornalista

Nuno Botelho

Nuno Botelho

foto

Fotojornalista

Nuno Amado, membro da direção da Business Roundtable Portugal

É preciso fazer acontecer para o país ser competitivo, defende o gestor. À conversa com o Expresso Nuno Amado afirma: “Temos de ter um Estado mais eficiente e mais orientado para o desenvolvimento da sociedade (…)”. Um dos problemas de que as empresas mais se queixam é da burocracia.

21 janeiro 2023 9:59

Isabel Vicente

Isabel Vicente

texto

Jornalista

Nuno Botelho

Nuno Botelho

foto

Fotojornalista

Agilizar processos, desburocratizar e simplificar resumem em parte o papel que o grupo de 42 grandes empresas formou para fazer o país crescer mais do que nos últimos 20 anos do século.

Nuno Amado, membro da direção da Business Roundtable Portugal (BRP) explica, em conversa com o Expresso, o que é preciso fazer para que o Estado tenha uma contribuição mais eficiente nesta equação, que abrange mais dois universos: pessoas e empresas.