Economia

Comissão Europeia e BEI lideram aumentos de salários nas instituições internacionais

20 janeiro 2023 12:11

Susana Frexes

Susana Frexes

correspondente em Bruxelas

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen

julien warnand

OCDE é a mais contida nos aumentos salariais, BEI, CE e PE os mais generosos. Lagarde recebe mais que Centeno

20 janeiro 2023 12:11

Susana Frexes

Susana Frexes

correspondente em Bruxelas

Christine Lagarde tem apelado aos decisores económicos que controlem o aumento dos salários, mas a mensagem está a ser processada de forma distinta pelas instituições internacionais que habitualmente sintonizam as suas recomendações políticas com o banco central. Banco Central Europeu (BCE), OCDE, Banco Europeu de Investimento (BEI), Comissão Europeia (CE) e Parlamento Europeu (PE) estão a aplicar aumentos salariais abaixo da inflação dentro de portas, mas os valores destoam bastante entre si.

Das cinco instituições analisadas, os funcionários da CE, do PE e do BEI estão entre os que beneficiam de aumentos sala­riais mais expressivos. No BEI, a comissão executiva aprovou aumentos médios de 7%. Os valores comportam aumentos no salário-base, prémios e promoções e abrangem os quatro mil funcionários que a instituição tem espalhados pelo mundo, avançou ao Expresso fonte oficial. CE e PE seguem-lhe as pegadas, embora aplicando um método diferente.