Economia

Amazon fecha acordo com União Europeia sobre regras de concorrência

20 dezembro 2022 15:26

philippe huguen/getty images

Todos os vendedores serão tratados da mesma forma no acesso à “buy box” e os consumidores terão acesso a segunda caixa com alternativas

20 dezembro 2022 15:26

A Amazon finalizou um acordo com os reguladores antitrust (regras relacionadas com a concorrência empresarial) da União Europeia, noticia o “Financial Times”.

Segundo anunciado pela ‘gigante’ do comércio eletrónico, a empresa passará a tratar todos os vendedores de forma igualitária e tornará os produtos rivais mais visíveis na 'buy box' (caixa que direciona logo para o carrinho) da Amazon, que gera a maioria das compras na plataforma.

A Amazon também vai criar uma segunda caixa, que exibe ofertas alternativas para os consumidores, com preços ou velocidade de entrega diferentes.

O acordo encerra duas investigações de longa data sobre a empresa e representa uma vitória para a UE, uma vez que servirá como um modelo para o cumprimento da nova Lei de Mercados Digitais, uma legislação histórica destinada a restringir o poder das grandes empresas tecnológicas.

“A Amazon não pode mais abusar de seu duplo papel e terá que mudar várias práticas de negócios”, disse Margrethe Vestager, chefe de concorrência da UE, citada pelo jornal.

Outra mudança prende-se com o modelo de entrega das encomendas. Os vendedores que usam a Amazon Prime poderão escolher qualquer empresa de logística e negociar seus contratos diretamente, em vez de ficarem presos aos serviços de logística da Amazon.

Esses compromissos são juridicamente vinculativos, permanecerão em vigor entre cinco e sete anos e foram acordados com autoridades da UE após quase três anos de investigação.

Com estas medidas, a Amazon evitou acusações formais de violação da lei da UE e uma possível multa de até 10% das receitas globais.