Economia

Erdogan abandona neutralidade: Turquia prepara-se para deixar sistema de pagamentos russo

28 setembro 2022 11:52

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan

gonzalo fuentes/reuters

A Turquia pondera sair do sistema de pagamentos russo. Este é um ponto de viragem, uma vez que Erdogan tentou adotar uma postura neutra, pelo menos até à viagem aos EUA, na semana passada

28 setembro 2022 11:52

Os bancos estatais turcos ponderam sair do sistema de pagamentos russo, um exemplo de como as sanções dos Estados Unidos estão a forçar outros países a distanciarem-se de Moscovo, escreve a “Bloomberg”.

Os três credores, os únicos na Turquia que ainda processam transações feitas com os cartões russos, decidiram na terça-feira desistir, revelou uma fonte à agência, que pediu para não ser identificada pois a informação ainda não é pública. Após a notícia, a lira turca reverteu as perdas e fechou ligeiramente em alta.

Este é um ponto de viragem no país, uma vez que o presidente, Erdogan, tentou adotar uma postura neutra e equilibrada desde que a Rússia invadiu a Ucrânia. Absteve-se, inclusive, de adotar as sanções impostas pelos Estados Unidos e pela União Europeia, e tem-se sentado na mesa de negociações com Putin.

A mudança começou quando o presidente turco viajou para os Estados Unidos, para as reuniões anuais das Nações Unidas na semana passada. Assim que regressou à Turquia, Erdogan convocou os seus altos funcionários, incluindo o ministro das Finanças, para discutir alternativas ao sistema de pagamentos russo. No mesmo dia, o porta-voz de Erdogan, Ibrahim Kalin, foi a um canal de televisão nacional para declarar que a Turquia está do lado da Ucrânia na guerra, pedindo à Rússia que se retire dos territórios que ocupa.