Economia

SIBS aponta recorde de operações com cartões estrangeiros no verão. Franceses lideram e americanos são os que mais crescem

15 setembro 2022 12:37

getty images

No verão, entre as operações bancárias que os portugueses realizaram no exterior Espanha continuou a concentrar a maior parte dos registos, dizem os dados da SIBS

15 setembro 2022 12:37

Os franceses são os turistas que, no verão de 2022, mais operações bancárias realizaram em Portugal, mas foram os norte-americanos aqueles que registaram um maior avanço em relação a julho e agosto do ano passado. Estes são dados contados por idas às caixas de levantamento Multibanco e por pagamentos com cartões, divulgados em comunicado pela SIBS, a gestora daquela rede.

Não sendo dados gerais – não englobam outras redes existentes no país, nem são validados pelo Instituto Nacional de Estatística –, são números que revelam que os cartões franceses foram os cartões estrangeiros com maior peso nas operações realizadas em Portugal em julho e agosto desde ano, um total de 27%, acima dos 12% do Reino Unido e de 10% de Espanha. É depois, com 8%, que chegam os norte-americanos.

Porém, indicam estes números, houve um crescimento de 3,2 vezes do valor das operações em cartões norte-americanos face ao ano passado, a maior expansão homóloga. Foi a maior subida, mas mais do que duplicaram (2,2 vezes) as transações de cartões vindos do Reino Unido e da Alemanha.

Segundo os dados do INE relativos a todo o ano de 2021, Espanha e França são os mercados de onde chegam mais turistas ao país. Nessa tabela, os EUA estão em 12.º.

Recorde de consumo com cartões estrangeiros

Nestes dois meses do verão deste ano, registou-se um aumento de 22% do consumo total e “um recorde do consumo com cartões estrangeiros em Portugal, que aumentou 37% face a 2019 e 71% face ao mesmo período de 2021”.

Já no estrangeiro, os portugueses continuam a gastar mais em Espanha (38% das operações fora do país), seguido de França (18%) e Itália (7%), sendo que são os países da Europa que lideram. O maior crescimento homólogo foi, porém, das transações realizadas no Reino Unido.

No turismo feito dentro do país, segundo os dados da SIBS, o interior ganhou peso e é onde as transações de cartões vindos de fora mais pesam (até porque são regiões com menos população): “Analisando o peso do número de cartões por região do país, destacam-se os distritos de Beja, Évora, Portalegre, Santarém, Castelo Branco e Guarda como os que tiveram maior incidência de cartões em férias em território nacional”, segundo o comunicado.