Economia

Taxa de inflação da zona euro com novo máximo de 8,6% em junho

1 julho 2022 12:35

Foto: Getty Images

A taxa de inflação homóloga avançou em junho para 8,6% na zona euro. Portugal tem a sétima taxa de inflação mais baixa

1 julho 2022 12:35

A taxa de inflação homóloga avançou em junho para 8,6% na zona euro, face aos 8,1% de maio e aos 1,9% de junho de 2021, estimou hoje o Eurostat.

Segundo uma estimativa rápida do serviço de estatísticas da União Europeia (UE), a subida da inflação - medida pelo índice harmonizado de preços ao consumidor - continua a ser impulsionada pelo aumento homólogo dos preços do sector da energia (41,9%, face a 39,1% de maio), seguindo-se o da alimentação, álcool e tabaco (8,9%, que compara com 7,5% de maio), bens industriais não energéticos (4,3%, face a 4,2%) e dos serviços (3,4%, abaixo dos 3,5% de maio).

A taxa de inflação na zona euro e na UE tem vindo a acelerar desde junho de 2021, puxada pela subida dos preços da energia, e a atingir valores recorde desde novembro.

Portugal, apesar da subida da inflação, continua a registar das taxas mais baixas entre os 19 países da zona euro. Com uma taxa mais baixa encontram-se apenas Alemanha (8,2%), França (6,5%), Itália (8,5%), Malta (6,1%), Áustria (8,7%) e Finlândia (8,1%).