Economia

Rússia pode entrar em bancarrota esta quarta-feira (mas tem um mês para ‘gerir’ o problema com os credores)

15 março 2022 19:57

Tesouro russo tem de pagar em dólares, esta quarta-feira, o equivalente a €106 milhões em dois cupões de juros de dívida pública a vencer em 2023 e 2041. Ministro das Finanças acusa mercados de encenarem um “incumprimento artificial” e admite pagar em moeda chinesa ou mesmo em rublos, a um câmbio penalizador, aos credores estrangeiros, considerados "hostis"

15 março 2022 19:57

A Rússia tem dois cupões de juros de dívida pública denominada em dólares para pagar esta quarta-feira. O montante soma 117 milhões de dólares (€106 milhões) e o ministro das Finanças Anton Germanovich Siluanov, um moscovita fluente em alemão, já admitiu recorrer às divisas em moeda chinesa (yuan) que não estão congeladas pelas sanções ou mesmo pagar em rublos (a moeda russa fortemente desvalorizada), de acordo com uma taxa de câmbio penalizadora para os credores situados em países "hostis".