Exclusivo

Economia

Google acusada de abuso de concorrência nos EUA. Empresa portuguesa alega que perdeu 20% dos clientes

Imagem de alertas de segurança emitidos por serviços da Google quando se tenta descarregar o serviço da Aptoide. A imagem consta no processo lançado pelos 37 estados dos EUA contra a Google
Imagem de alertas de segurança emitidos por serviços da Google quando se tenta descarregar o serviço da Aptoide. A imagem consta no processo lançado pelos 37 estados dos EUA contra a Google

Durante o ano que passou, a Aptoide foi inquirida por várias vezes por procuradores estaduais dos EUA. Loja de aplicações da Google motivou processo judicial com queixas de abuso de concorrência

A Google foi formalmente acusada esta quarta-feira pelas procuradorias de 37 estados dos EUA que alegam práticas abusivas da concorrência no segmento das lojas de aplicações para telemóveis.

O caso deu entrada num Tribunal de São Francisco e menciona queixas de colossos como a Samsung ou Epic Games, mas também refere a Aptoide, uma produtora e revendedora de software portuguesa, que alegou juntos das autoridades dos EUA uma perda de 15% a 20% dos clientes, devido a alertas de segurança do sistema operativo Android que inibem os internautas na hora de experimentarem lojas de aplicações concorrentes da Google Play.

Artigo Exclusivo para assinantes

Assine já por apenas 1,63€ por semana.

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para continuar a ler

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: senecahugo@gmail.com

Comentários

Assine e junte-se ao novo fórum de comentários

Conheça a opinião de outros assinantes do Expresso e as respostas dos nossos jornalistas. Exclusivo para assinantes

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate
+ Vistas