Economia

Teletrabalho: estas são as novas regras para o apoio aos pais

17 fevereiro 2021 17:11

nick david / getty images

Apoio concedido às famílias afetadas pelo encerramento das escolas vai ser alargado aos profissionais em teletrabalho e, em alguns casos, a compensação retributiva vai cobrir 100% do salário base. Mas as condições de acesso a aplicar aos teletrabalhadores serão mais restritivas

17 fevereiro 2021 17:11

O Executivo de António Costa prepara-se para aprovar esta quinta-feira, em Conselho de Ministros, alterações ao apoio a conceder às famílias afetadas pela suspensão temporária das atividades letivas presenciais. Profissionais em teletrabalho, até aqui excluídos do apoio, passam a ser elegíveis dando resposta a uma reivindicação antiga dos sindicatos que se arrastava desde março de 2020. Está também previsto um aumento do apoio a conceder aos trabalhadores que poderá chegar aos 100% do salário base, se ambos os progenitores assegurarem o cuidado aos filhos em regime de alternância. No entanto, as condições acesso a aplicar aos profissionais cuja atividade pode ser exercida em teletrabalho são mais restritivas do que para os restantes. Desde logo porque só pode aceder ao apoio quem tenha filhos até aos dez anos.