Economia

Governo recorre a TC e BCE e promete “fazer tudo” para salvar o Novo Banco

27 novembro 2020 8:49

josé carlos carvalho

Parlamento chumbou nova injeção, mas Costa e banco ligaram para Frankfurt oferecendo garantias. Norma pode ser inconstitucional, admite especialista. Governo garante: “Vamos fazer ‘tudo’ para salvar o sistema financeiro”

27 novembro 2020 8:49

António Costa ligou a Christine Lagarde, presidente do Banco Central Europeu (BCE), para garantir que o Governo vai cumprir os contratos assinados em 2017 para a capitalização do Novo Banco. A gestão do banco, liderado por António Ramalho, também quer o supervisor em cima dos acontecimentos para salvaguardar que a sua solidez não é posta em causa.

Foi na tarde de quinta-feira, logo depois de o Parlamento aprovar o Orçamento do Estado para 2021, com uma fatia de zero euros para o Fundo de Resolução (em vez dos €476 milhões que o Governo pretendia), que o primeiro-ministro telefonou a Lagarde. O objetivo era claro: garantir que será encontrada uma forma para que o Novo Banco venha a receber, em maio, todo o dinheiro que for necessário à luz das regras impostas aquando da sua venda e do desempenho dos seus créditos problemáticos. “Iremos cumprir”, tinha já dito Costa no Parlamento.