Economia

Concurso para fornecer comboios à CP foi impugnado

30 dezembro 2020 12:22

Pedro Lima

Pedro Lima

Editor-adjunto de Economia

nuno fox

Espanhóis da CAF eram um dos três concorrentes e avançaram com contestação judicial. Vencedor do concurso ao fornecimento de 22 comboios regionais deverá ser conhecido em breve. Contrato tem o valor de 167,8 milhões de euros

30 dezembro 2020 12:22

Pedro Lima

Pedro Lima

Editor-adjunto de Economia

O grupo espanhol CAF – Construcciones Y Auxiliar de Ferrocarriles impugnou judicialmente o concurso para o fornecimento de 22 comboios regionais à CP. A ação, no valor de 167,8 milhões de euros, deu entrada na sexta-feira no Tribunal Administrativo de Lisboa.

A CAF é um dos três grupos finalistas no concurso que a CP lançou no início deste ano, a 7 de janeiro, para a compra das automotoras. Os outros dois são a também espanhola Talgo e a suiça Stadler. O nome do vencedor deverá ser anunciado em breve, segundo apurou o Expresso.

As propostas finais foram entregues a 4 de dezembro. Na corrida chegaram a estar também a alemã Siemens e a francesa Alstom.

Das 22 automotoras, 12 são híbridas (de forma a poderem circular nas linhas eletrificadas e nas não eletrificadas) e as outras 10 são elétricas. Estava previsto que os novos comboios chegassem a partir de 2023 mas este processo de contencioso pré-contratual poderá atrasar o fornecimento dos comboios.

O Expresso tentou falar com a CAF, sem sucesso. Já a CP e o governo português não comentam a informação.