Economia

CEO RESET. Nunca desistir do que se gosta é o conselho que a CEO Isabel Vaz dá aos filhos

16 abril 2019 17:21

Isabel Vaz é a presidente da comissão executiva da Luz Saúde e a primeira de dez CEO que, ao longo de 2019, revelarão as suas experiências e dicas de gestão no Expresso

josé fernandes

Isabel Vaz, presidente da comissão executiva do grupo Luz Saúde, revela que curso tiraria hoje e deixa outros conselhos profissionais aos mais jovens, um deles até relacionado com a queda do grupo Espírito Santo... Esta é uma das dez CEO que aceitaram o repto do jornal Expresso e da consultora EY para fazerem “reset” e refletirem sobre o desafio que é gerir uma empresa ou ter de começar de novo

16 abril 2019 17:21

Se Isabel Vaz voltasse a ter quinze anos outra vez, também voltaria a tirar o mesmo curso. “Nasci engenheira”, diz a CEO que explica por que tem tanto futuro o curso de engenharia nesta era do digital:

  • “Nós vivemos num mundo magnífico. A era digital aproximou, de facto, os clientes das empresas. A parte boa é toda esta transparência, todo o poder de escolha e o poder que isso deu ao consumidor final e isso tem muita graça”.
  • “Os engenheiros existem para resolver problemas e isso é cada vez mais verdade, seja na engenharia de dados, de computação, mas também nas engenharias mais tradicionais. Os engenheiros existem para resolver os nossos problemas e isso é uma coisa que me fascina. Eu gosto de resolver problemas. Eu sou uma “problem solver” e isso é verdadeiramente o que faz a cabeça de um engenheiro”.
  • Questionada também sobre os conselhos profissionais que daria aos seus filhos, Isabel Vaz refere que a boa preparação académica é fundamental e não desistir daquilo que se gosta é essencial: “Vamos passar muito tempo a trabalhar e, portanto, é bom que a gente goste do que faz porque senão é um pincel que não acaba”. Uma dica: “Nunca desistir do que se gosta e prepararmo-nos muito bem para fazermos muito bem aquilo que gostamos de fazer, seja o que for”.

Depois é gerir a vida com divertimento e caráter porque “a seriedade paga sempre”, diz a CEO aludindo ao momento em que o seu grupo Luz Saúde teve de ser emancipar do grupo Espírito Santo: “Quando tomámos a decisão de entrar em bolsa, quando nos vimos muito aflitos na altura do BES mau e BES bom, foi a reputação e a seriedade de uma vida inteira profissional que nos salvou. Portanto, a verdade vem sempre ao de cima e não vale a pena seguir por caminhos mais fáceis. É bom seguir sempre com cabeça erguida e ser bom no que se faz, ser muito bom no que se faz”.

Isabel Vaz é a primeira de dez gestores de empresas que aceitaram o repto do jornal Expresso e da consultora EY para fazerem “RESET” e refletirem sobre o desafio que é gerir uma empresa ou ter de começar de novo. Acompanhe no site do Expresso as suas histórias, dicas e conselhos