Economia

CEO RESET. “Podes ser rei num dia e nada no dia seguinte.” A lição mais difícil da carreira de Steven Braekeveldt

15 abril 2019 18:06

Steven Braekeveldt lidera a Ageas Portugal, o grupo dos seguros Ageas, Médis, Ocidental e Seguro Directo. É o segundo de dez CEO que, ao longo de 2019, revelarão as suas experiências e dicas de gestão no Expresso

isabel vaz

Steven Braekeveldt, o belga que dirige o grupo segurador Ageas Portugal, é um dos dez CEO que aceitaram o repto do jornal Expresso e da consultora EY para fazerem “reset” e refletirem sobre o desafio que é gerir uma empresa ou ter de começar de novo

15 abril 2019 18:06

O belga Steven Braekeveldt lidera a Ageas Portugal, o grupo que ocupa o segundo lugar no ranking segurador português. Mas antes de chegar a Portugal, construiu uma longa carreira internacional no setor dos serviços financeiros, banca e seguros, designadamente na Ásia e na América Latina ao serviço do grupo ING ou na Europa ao serviço do grupo Fortis.

Tendo trabalhado longos anos fora da Europa e tendo percorrido vários países quando os seus filhos eram ainda novos, Steven Braekeveldt diz que a lição mais difícil da sua carreira profissional foi aprender que o esforço que já se fez pela empresa no passado, nem sempre é reconhecido no presente e, muito menos, tido em conta para o futuro.

Ao Expresso, o CEO relembra quando teve de abandonar a empresa para a qual trabalhava há muitos anos por não conseguir ser transferido do México, país onde os seus filhos já não podiam viver em segurança:

  • “O mais difícil foi perceber que, mesmo se trabalhares arduamente para uma grande companhia, há certos momentos em que isso já não conta. Eu explico: costumava trabalhar para outra multinacional e mudar-me de país para país com a minha jovem família. Estava há cinco anos a trabalhar no México quando pedi para regressar à Europa por razões de segurança, por causa dos meus filhos. O México não era um país fácil e hoje ainda é pior… Naquele momento que percebi que, mesmo tendo trabalhado arduamente ao longo de 20/25 anos para aquela multinacional, isso já não contava para nada… Foi uma lição para mim”.
  • “Eu digo sempre aos meus filhos: mantenham-se sempre humildes porque podes ser rei num dia e nada no dia seguinte. Até podes achar que tens imenso mérito porque trabalhaste imenso. Mas, se por alguma razão, já não encaixares ou o “timing” deixar de ser o certo, então estás por tua conta”.
  • “A lição mais dura é a de que nada é certo para a vida. Nada fica lá só porque fizeste uma coisa boa no passado. Tens de te manter sempre humilde e agradecido pelos que tens. Mas não acredites que o passado é uma base para o futuro”.

Steven Braekeveldt lidera a Ageas Portugal, o grupo constituído pela Ageas Seguros, a Médis, a Ocidental e a Seguro Directo. Depois de Isabel Vaz, é o segundo de dez gestores de empresas que aceitaram o repto do jornal Expresso e da consultora EY para fazerem “RESET” e refletirem sobre o desafio que é gerir uma empresa ou ter de começar de novo. Acompanhe no site do Expresso as suas histórias, dicas e conselhos