O prato forte da jornada

Vizela vs Porto: Bacalhau à Zé do Pipo ou Francesinha?

11 agosto 2022 12:29

Já roda a bola na edição de 2022/2023 da Primeira Liga de Futebol. À mesa, na luta pela vitória, defrontam-se, pelo Vizela, o Bacalhau à Zé do Pipo da Adega Avelino, e pelo Porto, a Francesinha do Capa Negra II. O Prato Forte da Jornada é uma iniciativa Boa Cama Boa Mesa, com o apoio da Betclic.

11 agosto 2022 12:29

É já este domingo, 14 de agosto, pelas 18h00, que soa o apito inicial do jogo que coloca frente a frente o Vizela e o Futebol Clube do Porto. À mesa, vão estar num duelo aguerrido, o “Bacalhau à Zé do Pipo” da Adega Avelino, liderado por Agostinho Ribeiro, adepto e dirigente do Futebol Clube de Vizela, e a "Francesinha” apresentadas por António Granja, gerente do restaurante Capa Negra II, adepto e sócio do Futebol Clube do Porto.

Futebol Clube de Vizela - Bacalhau à Zé do Pipo

Bacalhau à Zé do Pipo

Bacalhau à Zé do Pipo

Reza a história que o “Bacalhau à Zé do Pipo” foi criado em 1940, por José Valentim, que batizou o prato com a alcunha pela qual era conhecido, “Zé do Pipo”. Chega a Vizela quando Carlos Alberto Cabral, que concebeu a Casa e o Parque de Serralves, e Delfim Ferreira, proprietário da Casa de Serralves, recrutaram para esta cidade termal um cozinheiro, de modo a confecionar este prato. Agostinho Ribeiro, proprietário da Adega Avelino, é hoje um dos guardiões da receita que é especialidade do restaurante. Vice-Presidente do Futebol Clube de Vizela desde fevereiro, orgulha-se quando fala desta receita que apresenta com esmero.

Agostinho Ribeiro, da Adega Avelino, aposta no Bacalhau à Zé do Pipo

Agostinho Ribeiro, da Adega Avelino, aposta no Bacalhau à Zé do Pipo

Antes do “Bacalhau à Zé do Pipo” (€15) chegar à mesa é “preciso passar o fiel amigo por leite e depois levá-lo a uma sertã para o selar”, conta. Depois, faz-se um puré de batata caseiro, “com batatas das nossas hortas”, e leva-se ao forno, adicionando “por cima do puré, uma maionese caseira”. Vinte minutos bastam para ficar pronto a servir. Na Adega Avelino (Rua Dr. Pereira Caldas, 34, Vizela. Tel. 253584324) é frequente cruzar-se com jogadores do clube ávidos de provar esta especialidade Como curiosidade, Agostinho Ribeiro, é vulgarmente chamado Avelino, nome do pai, que fundou a adega em 1964 e incutiu-lhe o gosto, quer pela culinária, quer pelo futebol e, acima de tudo, a paixão pelo Vizela que considera "o maior clube do país".

Futebol Clube do Porto – Francesinha

Francesinha

Francesinha

No dia 30 de agosto, o restaurante celebra 50 anos de portas abertas, mas comemora também o sucesso, visível pelas filas intermináveis com clientes vindos dos quatro cantos do mundo. O objetivo é simples: provar a famosa “Francesinha” (€10,50), o prato símbolo da casa. António Granja, gerente do Capa Negra II, garante, com orgulho, que leva à mesa a Francesinha "mais próxima da receita original", uma vez que não há um registo escrito deste prato. Criada em 1952, por Daniel David de Silva, no já encerrado restaurante Regaleira. A ideia trouxe-a dos tempos em que foi emigrante na Bélgica, a inspiração veio da famosa “Croque Monsieur”, com ligeiras modificações. Contas feitas, a Francesinha, mais não é, do que uma sanduíche. Mas atenção. Esta não é uma sanduíche qualquer.

António Granja vai a jogo com a Francesinha

António Granja vai a jogo com a Francesinha

Hoje, cada casa tem a sua própria receita e o Capa Negra II não é exceção. Aqui, a Francesinha incorpora bife, linguiça, salsicha e fiambrino, entre duas fatias de pão de forma, cobertas com uma dose generosa de fatias de queijo, e terminada com um ovo estrelado no topo. O segredo está no molho que, António Granja, guarda segredo, revelando apenas que tem “molho de carne de porco, tomate, cerveja e uma mistura de seis bebidas destiladas”. As batatas, confessa este adepto e sócio do Futebol Clube do Porto, “só surgiram posteriormente, como complemento”. Deve ser apreciada com um copo de cerveja gelada ao lado, no Porto chamado “Fino”. A fama desta especialidade do Capa Negra II (Rua do Campo Alegre, 191, Porto. Tel. 226078380) é tão grande que vários jogadores do clube campeão nacional e alguns dirigentes, são presença assídua no espaço.

O Prato Forte da Jornada é uma iniciativa Boa Cama Boa Mesa, com o apoio da Betclic, que ao longo de toda a temporada vai dar colocar em confronto as receitas tradicionais da região dos clubes que disputam a Primeira Liga de Futebol. Para a semana, saiba que pratos fortes representam o campeão nacional, o Futebol Clube do Porto, e o Sporting Clube de Portugal.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!